Atualmente com o ritmo de vida imposto pelas ocupações diárias com o trabalho, família, vida social, além das preocupações e responsabilidades inerentes do cotidiano, o cuidado com a alimentação e o bem-estar pessoal deixa de ser prioridade. Por conta disso, passam-se várias horas sem se alimentar e quando essa parada acontece, dá-se preferência a uma refeição fast food. Essa alimentação pobre em nutrientes importantes para o organismo favorece o desequilíbrio mental e físico. E o estresse é um dos sintomas desse descompasso, que muitas vezes se manifesta como fadiga, irritação, ansiedade e dores musculares.

Pesquisas recentes feitas pela medicina comprovaram que alguns alimentos ajudam a controlar – e até mesmo combater – o estresse e a ansiedade sofridos pelo organismo. Por isso, manter uma dieta equilibrada é o primeiro passo para combater este mal. Veja abaixo algumas dicas que podem ser incluídas nos hábitos alimentares para controlar o estresse:

- Reduzir a ingestão de cafeína, açúcar refinado e sal, porque eles podem agravar ou predispor o organismo ao estresse. Chás ou o “café de cevada”, açúcar mascavo e o sal light são ótimos substitutos;

- Recomenda-se o consumo de alimentos fonte de magnésio, como castanhas, nozes, semente de abóbora, aveia, arroz integral e trigo. Eles atuam no relaxamento da musculatura, podendo auxiliar no alívio ao estresse;

- O consumo de gergelim, tofu e quinua, também pode auxiliar, pois são importantes fontes de cálcio que atuam juntamente com o magnésio na prevenção de doenças cardiovasculares;

- A vitamina C encontrada em frutas cítricas, goiaba e acerola, estimula o sistema de defesa do organismo que durante o estresse encontra-se debilitado;

- As vitaminas do complexo B também são importantes para o fornecimento de energia e aumentar a disposição do organismo. Fontes são: levedo de cerveja, arroz integral, trigo, granola, dentre outros;

- A ingestão de líquidos deve ser feita durante todo o dia, a fim de manter o organismo hidratado. Água de coco e sucos de frutas naturais são excelentes opções.

Porém, a alimentação não é a única maneira de controlar o estresse. Atividades como escutar uma música relaxante, ler um bom livro, ter uma boa noite de sono, praticar exercícios físicos, passeios e caminhadas ao ar livre e separar um tempo para realizar uma atividade que dê prazer é, sem dúvida, o melhor caminho para alcançar qualidade de vida.