Andropausa: os médicos do Boston Medical Group te explicam este problema

A andropausa é um dos principais problemas relacionados com o envelhecimento masculina. Tem relação com o declínio do nível hormonal nos homens, parecido com o que ocorre nas mulheres quando atingem certa idade e que conhecemos como menopausa. A ciência e a sociedade estão se interessando cada vez mais neste fenômeno, que se apresenta em homens entre os quarenta e cinquenta anos e que contribuem aos problemas de ereção (disfunção Erétil, entre outros)

andropausia

O que causa a Andropausa?

É uma etapa natural na evolução dos homens, tem vários sintomas como o cansaço excessivo, irritabilidade, redução da libido e problemas de ereção. Tem como causa a diminuição da testosterona: a partir dos 40 anos estima-se que há uma perda anual de 1 a 2% da testosterona e aos setenta anos a redução pode chegar a 30%.

Como consequência da falta de testosterona, os homens apresentam muitas complicações que os afetam a nível físico e psicológico. A testosterona influencia em muitas funções do organismo masculino, não apenas nos órgãos sexuais, mas também nos ossos, músculos, pele e cabelo. É possível que o homem mude muito quando está na andropausa, podendo ficar mais sensível do que o normal, perda de pelos pubianos e depressão, entre outros.

A testosterona também está relacionada com o equilíbrio dos níveis de colesterol e hemoglobina, assim causando formigamento nas extremidades e tontura. Por este motivo, quando o homem entra na andropausa a mudança pode ser tão importante como a das mulheres na menopausa, e convém que seja tratado o quanto antes.

Como tratar a andropausa?

O tratamento médico para reduzir o problema requer a reposição da testosterona faltante. Para isso pode-se aplicar injeções intramusculares, géis em diversas partes do corpo e também administrar oralmente. É importante ter em conta que, se o diagnóstico é andropausa, deve-se ficar muito atento à próstata. Também é necessário que o paciente tome as rédeas do problema, prestando maior atenção a sua saúde física e mental. Aconselha-se a pratica de esportes, aliviar o estresse, compartilhar o problema com a parceira e amigos da mesma idade que podem estar passando pelo mesmo, cuidar muito da alimentação e evitar o consumo de café e álcool. Em poucas palavras, ter uma maior consciência da realidade, valorizar a vida e cuidar de todos os aspectos que estão em nossas mãos.